Home » Comportamento » ARTISTA BRASILIENSE REALIZA SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL

ARTISTA BRASILIENSE REALIZA SUA PRIMEIRA EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL

Luiza Fontana, arquiteta e artista plástica, expõe suas obras no Lago Sul. A mostra acontece de 20 de setembro a 20 de outubro e estará aberta ao público das 9h às 18h com visitação agendada

Fascinada desde criança por pincéis e lápis de cor, a artista plástica Luiza Fontana, de 43 anos, participou de seu primeiro concurso de pintura ainda na infância, no Clube Naval de Brasília. Conquistou o 3º lugar. A forte veia artística pulsava desde cedo e, na juventude, optou pela carreira de Arquitetura e Urbanismo, concluindo grau em 2002, na Universidade de Brasília (UnB).  Mas a relação direta funcionalidade X estética limitava muito o seu processo criativo. Há seis anos, decidiu mudar os rumos profissionais e começou a pintar. O resultado dessa guinada pode ser conferido em sua primeira exposição individual intitulada “Mutação”, que acontece de 20 de setembro a 20 de outubro na SMDB Conjunto 17 Lote 01, no Lago Sul, em Brasília.

Luiza encontrou nas artes plásticas a liberdade de expressão que buscava para trabalhar. Até então, tinha pouca intimidade com a pintura e decidiu procurar ajuda de quem entendia do assunto. Em 2013, tornou-se aluna do mestre Lourenço de Bem, com quem aprendeu muito sobre aquarelas, tintas, pincéis e, principalmente, sobre liberdade criativa, o que ela almejava naquele momento. Inicialmente optou pelo figurativo, técnica com a qual tinha mais facilidade, mas queria criar livremente, então partiu para o abstrato e conseguiu, muito rapidamente, se entregar por completo à arte. Trabalha com emprego de técnica mista, tinta acrílica, colagem e dobradura de tecidos, e outros materiais, na inquietude de resultar sempre algo novo.

No início de sua carreira como artista nota-se uma abstração nas formas, com uma tendência urbana, que em seguida vai se desenhando em algo mais orgânico. Prova concreta de que sua veia para arte está intimamente ligada à sua profissão, só que de maneira mais livre, como se os cálculos da arquitetura pudessem ser abandonados e entrasse em cena uma viagem de cores, formas e dimensões. É inegável que seu trabalho sofre forte influência da sua formação acadêmica, de onde aliás, recebeu menção honrosa na 7ª edição do Prêmio Edgar Graeff, realizado pelo Instituto de Arquitetos de Brasília.

Com curadoria de Virgínia Leonor Nunes Antero de Carvalho, a mostra “Mutação”, título que remete às fases e evolução do processo criativo da artista, apresenta cerca de 30 obras – tanto da fase inicial quanto do acervo mais recente da artista. Quem percorrer as galerias do local – as visitas precisam ser agendadas com antecedência – logo perceberá que Luiza, convidada para participar de exposições coletivas entre 2012 e 2015, opta por não dar nome às suas pinturas abstratas. “Isso possibilita ao observador imprimir a sua própria interpretação do que vê e sente. Eu acredito que quando uma pessoa contempla uma obra ela se desliga – pelo menos por alguns momentos – do mundo real e isso proporciona um bem-estar físico e mental”, aventa a artista.

“Mutação” – por Luiza Fontana – Exposição de arte

Curadora: Virgínia Leonor Nunes Antero de Carvalho

Data: de 20 de setembro a 20 de outubro (de segunda-feira a sexta-feira)

Visitação: das 9h às 18h \ é necessário agendar

Agendamento/ Telefone: (61) 3966-4850

Local: SMDB Conjunto 17 Lote 01, Lago Sul – Brasília (DF) 

Foto: Cláudia Fontana     

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *

*

Assunto