Home » Comportamento » QUER COMPRAR UM IMÓVEL?

QUER COMPRAR UM IMÓVEL?

Muitas pessoas têm dúvidas na hora de fazer o investimento. Se este é o seu caso, profissional dá dicas para você realizar o sonho da casa própria

Comprar um imóvel é um grande passo na vida de alguém, seja para uma pessoa solteira que está fazendo seu primeiro grande investimento ou para uma família que quer se mudar para uma casa maior. Este costuma ser um momento de muitos planos e empolgação, o que pode ser um problema na hora de tomar decisões importantes no processo. “Muitas vezes, as pessoas estão tão animadas com a ideia da casa nova que agem por impulso. Quando se trata de mercado imobiliário, é preciso ter calma e fazer escolhas acertadas”, diz Saulo Reis, controller da Silveira Imóveis.

Em 2018, o Conselho Monetário Nacional estabeleceu mudanças para fomentar o mercado imobiliário, criando expectativas de que haja mais operações de crédito e facilitando a compra. Com o maior índice de velocidade de venda desde 2015, o cenário configura boas oportunidades para o investimento no Distrito Federal. Se o sonho da casa própria está em seus planos e você não quer correr riscos, anote as principais dicas para não errar:

Planejamento, pesquisa e paciência nunca são demais

Ninguém decide comprar um imóvel do dia para a noite, logo, é bom ir com calma. Uma casa ou um apartamento novo demandam um investimento grande e envolvem uma certa burocracia, não é como uma roupa que você pode achar um defeito e trocar. “Após tomar a decisão inicial, é importante pesquisar muito, ter certeza do que você quer e ver diversas opções”, explica Saulo. Até porque, em caso de desistência, é necessário pagar uma multa.

Além da paciência para escolher certo, é preciso estar atento ao mercado imobiliário e deixar para comprar no melhor momento. “Inflação mais baixa e facilidade no crédito imobiliário são características de marcado que ajudam no momento da compra. Vale a pena esperar”, garante.

Avalie bem o estado do imóvel

Coisas como estrutura, acabamento, instalações elétricas e hidráulicas, isolamento acústico, ventilação e até que horas o sol bate no imóvel devem ser muito bem analisadas antes de tomar a decisão final. “Às vezes, no calor do momento, as pessoas ficam tão encantadas com o imóvel que deixam passar alguns detalhes que podem trazer dor de cabeça futuramente”, comenta o controller.

O imóvel é usado? Fique ligado!

Se você optar por um imóvel que já pertenceu a outra pessoa, fique atento a documentos como a Matrícula Atualizada, Certidão Atualizada de IPTU, Certidão Negativa de Débitos Condominiais e Serviços Básicos. Isso é muito importante para se certificar que não consta nenhuma dívida inesperada em relação ao imóvel. Além disso, também é bom fazer pesquisas em entes públicos, para saber se o bem não está declarado como de utilidade pública.

A localização também é importante

O imóvel é perfeito. Poucos reparos a serem feitos, instalações em bom estado… E a localização? Analisar pontos como vizinhança, transporte público, comércio e atividades realizadas nas proximidades de sua futura casa é tão importante quanto ficar atento ao estado dela.

Tenha sempre uma reserva

Na hora de estipular um orçamento para o processo de compra, mudança etc., é sempre bom lembrar de possíveis taxas extras. “Encargos bancários, documentação e taxas de transferência costumam pegar os compradores de surpresa. É importante ter uma reserva para imprevistos ou detalhes que deixamos passar”, aconselha Saulo.

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *

*

Assunto