Home » Bem-estar » THERMIRF – COMBATE À CELULITE E A REDUÇÃO DE RUGAS

THERMIRF – COMBATE À CELULITE E A REDUÇÃO DE RUGAS

Diferentes formas de aplicação dessa tecnologia podem ser encontradas em um mesmo equipamento

Os tratamentos estéticos com radiofrequência, que aquecem e quebram as células adiposas, costumam ser indicados para combater flacidez e gordura localizada. No entanto, essa tecnologia pode ir muito além, sendo utilizada até para reduzir rugas. “Nessa área, o equipamento ThermiRF é um dos mais completos do mercado. Ele pode ser usado tanto no rosto quanto na barriga e em outras partes do corpo”, destaca o dermatologista Erasmo Tokarski. Esse efeito global é possível porque ele tem diferentes formas de aplicação, conheça as duas principais:

1 – ThermiSmoothFace: rejuvenescimento facial

Essa função é muito confortável para o paciente, com uma sensação que lembra uma massagem com pedras quentes. A pele é coberta com uma fina camada de gel e a radiofrequência é aplicada com movimentos circulares, com um instrumento parecido com uma caneta grossa.

O calor emitido pelas ondas de radiofrequência é percebido como uma “agressão” pelas fibras de colágeno. O efeito imediato é que elas se contraem, o que ajuda a reduzir a flacidez. Para se recuperar, o organismo também promove a formação de novas fibras. “É uma forma de estimular o processo natural de neocolagênese, o que suaviza rugas, melhora a firmeza e a aparência da pele de modo geral”, descreve o especialista.

Os efeitos do ThermiSmoothFace já são percebidos durante a primeira sessão, mas melhores resultados são alcançados com 3 a 6 aplicações. Ele dispensa tempo de repouso e pode ser usado na testa, olhos, bochechas, boca e pescoço.

2 – ThermiTight: radiofrequência mais profunda, para várias partes do corpo

“O principal destaque dessa função é que a radiofrequência tem um efeito mais profundo, porque ela é emitida diretamente embaixo da pele. Isso é feito com o auxílio de uma cânula fina de poucos milímetros, inserida em pontos estratégicos após a aplicação de um anestésico”, explica Tokarski.

O ThermiTight age nas fibras de colágeno, além de estimular a quebra e eliminação de células de gordura e a redução da celulite. Ele é indicado para face, pescoço, colo, braços, abdômen, coxas e joelhos. Outra grande vantagem é que os efeitos são obtidos com uma única sessão.

Por ser mais intenso, ele pode provocar um pouco de inchaço, vermelhidão e hematomas e o médico pode recomendar repouso de 3 a 4 dias. “É um procedimento bastante seguro e preciso. Nós conseguimos mapear exatamente quais locais devem ser atingidos e, com um sensor térmico, monitoramos sempre a temperatura”, afirma o dermatologista.

Foto: Internet

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *

*

Assunto