Home » Comportamento » TORNE AMBIENTE AGRADÁVEL

TORNE AMBIENTE AGRADÁVEL

Paisagismo para espaços pequenos: existe e pode ser uma ótima ideia

Não existem muitas barreiras para o paisagismo e mesmo uma limitação drástica de espaço pode ser transformada em benefício para quem quer um bom jardim, que deixe o ambiente mais leve, proporcione bem-estar e torne o local visualmente agradável. Tudo de maneira calculada, projetada nas proporções corretas, com composições harmônicas, que deixam o dia a dia bem mais agradável.

Para Marina Pimentel, o mais importante é garantir a presença de alguma iluminação e ventilação. “A falta de ventilação e luz natural limita o trabalho, atrapalha o ciclo vital das espécies e pede uma manutenção constante. É preciso que a pessoa tenha isso em mente, antes de investir em um jardim do tipo”, declara.

Em compensação, até mesmo plantas frutíferas podem ser cultivadas em ambientes de espaço reduzido. O morango, por exemplo, se desenvolve facilmente em espaços pequenos, tornando o ambiente não apenas contemplativo, mas produtivo. Quem nunca quis um pé de morangos em casa?

“A gente consegue trabalhar o paisagismo em pequenas áreas, tanto em paredes verdes, quanto em vasos… Existem também estruturas verticalizadas que não são paredes verdes (que não precisam estar conectadas com paredes), mas que dão impressão similar ao ambiente”, diz Marina sobre as opções viáveis para o jardim “pocket size”.

O mais importante é a experiência de um profissional neste processo. Casas com crianças e animais não podem hospedar plantas com toxicidade, existem plantas perfeitas para ambientes com sol, outras que se dão bem até mesmo em escritório. Tudo pode ser pensado para poucos metros quadrados.

“Já fui convidada para assinar um projeto pequeno, onde a pessoa queria unir um herbário com o paisagismo. Ficou superbacana! Criamos uma jardineira pendente, fixa por cabo de aço, usamos o recurso de trepadeira e tudo isso numa sala, não em uma varanda. Então conseguimos conciliar plantas ornamentais, com o herbário. É nessas soluções que você vê o trabalho do arquiteto paisagista”, conta Marina.

Foto: Divulgação

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios são marcados com *

*

Assunto